Dicas para contratar um decorador de interiores

dicas-contratar-decorador-de-interiores
Dicas para contratar um decorador de interiores

Decorar o interior de uma casa é uma tarefa que, por ainda dar algum trabalho e exigir alguns conhecimentos e sensibilidade, no que toca à escolha de cores e de combinações, nem todos querem fazer sozinhos. Se é o seu caso, então a melhor solução passa por contratar um decorador de interiores experiente e com um gosto bastante apurado. Para isso, deve seguir estas quatro dicas com muita atenção, tendo a consciência de que a paciência e a capacidade de pesquisa são, neste tipo de procura, uma grande virtude.

Dica n°1 para contratar um decorador de interiores
Analise bem o que quer mudar em sua casa, para perceber se é mesmo este profissional que precisa de contratar. Por vezes, há quem queira fazer remodelações mais profundas e chegue à conclusão de que, afinal, só as empresas de construção civil podem realmente ajudar. O melhor será apontar todas as alterações que precisa de fazer, os tons que gostaria de conferir às suas divisões, os acessórios que tenciona comprar e o local onde os pretende colocar. Neste tipo de tarefas seja organizado, pois só assim consegue poupar tempo e explicar tudo o que pretende ao profissional escolhido.



Dica n°2 para contratar um decorador de interiores
Depois das alterações todas estudadas, procure pelo melhor decorador de interiores da sua zona. Pesquise vários na internet, mas nunca deixe de confirmar a sua qualidade e competência através de comentários/recomendações de antigos clientes. Veja os seus websites e as suas redes sociais. Lembre-se: um bom profissional tem muito gosto em divulgar o seu trabalho e todos os feedbacks positivos, até porque sabe que é meio caminho andado para atrair novos clientes.

Dica n°3 para contratar um decorador de interiores
Assim que encontrar três ou quatro bons profissionais, contacte-os e peça-lhes um orçamento detalhado. Verifique também como é que os mesmos reagem às suas perguntas e às suas dúvidas ou sugestões. Para ter uma melhor noção disto, não se limite a contactá-los via e-mail, mas também por telefone. Quando se requisita este tipo de serviços é muito importante ter uma boa noção da disponibilidade e da simpatia do profissional, assim como da sua boa vontade em dar ideias, dicas ou sugestões, sobretudo quando pretende algo que pode não fazer muito sentido. Os vastos conhecimentos e o bom gosto do decorador também devem ser avaliados. Ambos devem estar em sintonia.

Dica n°4 para contratar um decorador de interiores
A escolha final só pode ser feita após ponderar muito bem estas situações, incluindo, claro, os valores que lhe são facultados no orçamento. É certo que o preço tem um grande peso na decisão, porém, factores como a amabilidade do profissional ou a empatia podem mesmo ser decisivos. Certamente prefere pagar mais um pouco, mas ter alguém bastante disponível para o ouvir com muita atenção e paciência, certo?



Contratar um decorador de interiores é bem mais simples do que imagina, apenas deve ser bastante organizado e, quando começar a pesquisar por profissionais, ser cauteloso, nem que tenha que demorar um pouco mais. Neste tipo de situações, o segredo é fazer uma escolha segura e muito bem informada, de modo a conseguir evitar problemas futuros.

Fonte da imagem: Pinterest.

Pesquisa personalizada no Util Dicas: